Sindipetro-PA/AM/MA/AP
CATEGORIA SUSPENDE GREVE E AGUARDA NOVA PROPOSTA

Os petroleiros/as da Amazônia decidiram manter o estado de greve enquanto aguardam a apresentação de um novo texto para o ACT 2016-2017. Mostrando a força do movimento, a direção da Petrobras prorrogou a validade do atual acordo até 31/12, de modo a desmobilizar a greve que começaria hoje.
A diretoria do Sindipetro PA/AM/MA/AP realizou assembleias nas unidades e no embarque do Urucu para avaliação do movimento. Nelas, os/as trabalhadores/as demonstraram o entendimento de que deve-se aguardar a próxima proposta. Caso a empresa ainda insista em retirar qualquer direito e não seja feita a reposição da inflação do período, será dado início à greve por tempo indeterminado.
Também foi deliberada nas assembleias a participação da categoria na Greve Geral de 5 de dezembro contra a Reforma da Previdência. As votações demonstraram que a base está unida ao conjunto da classe trabalhadora contra os ataques de Temer e do Congresso corrupto.
Portanto, a conjuntura mostra que teremos ainda muitas lutas em defesa de nossos direitos até o fim de 2017. É fundamental estarmos conscientes, unidos e organizados em torno das nossas organizações como este sindicato e a central sindical que construímos, CSP-Conlutas.

Clique aqui  e confira o documento enviado pela Petrobrás de prorrogação do ACT 2016-2017.

Sem Comentários »

Ainda sem Comentários.

Se desejar use o Formulário para enviar um comentário.